quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Felicidade...

Voce sabia?
1- Que existe um tal de "programa criança feliz", e que a prefeitura contratou uma empresa para fornecer suporte a isso? A contratada chama-se Phoenix-apoio administrativo e serv, e o contrato tem o valor de R$ 45.714,00?;

2- Que existe uma tal de Conferência Nacional de Assistência Social que acontecerá durante quatro dias de dezembro? Que o conclave será lá no planalto central, na capital dos corruptos? Que quem estará representando salesópolis na conferência será a "delegada" Natalina Franco Ribeiro?

Se você não sabia, agora sabe, pois somos eu, você e o seu vizinho quem estaremos bancando isso. 

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

A fatura...

Hoje é dia 18, e soube que os funcionários do Consórcio 3Rios ainda não receberam seus pagamentos do mês; duas semanas de atraso.
Parece que o alcaide está com o rabo nas costas, de mãos dadas com a nova secretária contábil, discutindo o que pode ser feito. Muita dança será preciso...

 São trinta e cinco trabalhadores que prestam serviços: uns  fazem faxina nas secretarias e outros trabalham na coleta do lixo urbano e rural. Todos têm família, contas a pagar, e o prefeito se torna um covarde ao menosprezar esses funcionários.

Fica mal para um "administrador" que onera os cofres públicos com o aumento imoral do seu próprio salário, do vice, do subprefeito e dos comissionados...
A dez meses e meio da administração "tico & teco", já se descortina a que veio. Acho que deveriam mandar a fatura para os eleitores do PR.

Como será?...

Indagações sobre o eventual expurgo de Sergio dos Santos, vulgo Serginho d'Aurora, do cenário político paraitinguim:
1-Ele fará falta na câmara?;
2-Ele estará falido?, do que viverá?

Da primeira pergunta, todos acham que não fará falta alguma na câmara, visto que sempre tem ombreado com o mandante da hora na prefeitura. É sabido que o povo tem importância secundária para os vereadores...

Do que ele viverá? Ora, os vereadores têm tomado o mandato como profissão. Serginho possui longo tempo de "vereância" e vai procurar o INSS. Irá pendurar os canecos e viver da aposentadoria que os pagadores de impostos proporcionam a ele, e aos demais companheiros de "corporação".
Não estará falido, não. Estará bancado, descansando seu regaço em Santa Branca onde de fato reside, embora a justiça eleitoral ignore.

Din-din-din-din...

O auto-posto Petro Pires foi contratado para fornecer butijões de gás para as diversas secretarias da prefeitura.
O preço contratado é de R$ 65,00 a unidade, sendo que no livre comércio custa menos de R$ 57,00...

Outra contratada foi uma empresa de nome Peliserv, para fazer a manutenção dos equipamentos odontológicos. O custo anual será de R$ 20.400,00.
Pergunta-se: quantos aparelhos funcionais existem no município?
Fonte: DOESP, 18/10/17, Executivo I, Pág. 205

Mais um no colete?

Parece que o alcaide vai contratar mais um diretor. À boca pequena, diz-se que será um tal de Reginaldo, e que seria uma indicação do veredor Edilson Ap. dos Santos, alcunhado Edil do Bragança.

Edil foi eleito pela coligação do Nêgo e teve 194 votos. Foi um insignificante primeiro "menos votado", ou seja, compõe o baixo clero.
Pelo jeito, o prefeito tem mais um aliado contado.

Que se note que a folha de pagamentos já está acima do nível de segurança, como o próprio alcaide enfatizou em várias ocasiões. Mas vale tudo para agradar uns e outros... Até um inquérito civil público.
......................................................
Atualização (17:21h) - A pessoa que será contratada não atuará como um diretor, e sim uma pessoa inserida no programa Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). A folha de pagamentos não sofrerá alteração, pois o pagamento da contratação sairá de uma "verba por fora". 
De resto, sem alterações.

O rosário de buracos...

Como todo católico que se preza, o alcaide vanderlão tem um equipo de oração. O dele é um terço de contas em formato de buracos.

Nas fotos, o estado de graças da Rua Santa Rita, um dos principais acessos à Sessão de Obras.

Segundo o vereador Nei, "a verba para o recapeamento dessa via está em caixa da prefeitura desde agosto, mas o prefeito não está nem aí para o povo".

O alcaide mandou instalar uma rede em sua residência, e este deve ser o motivo de tanta letargia: ele ainda não acordou de seu cochilo baiano.
Enquanto isso, o povão continua também dormindo, pagando o salário dele e dividindo o ônus da incompetência.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Azedou pros sérgios...

Processo: 0001982-47.2014.8.26.0523
Sentença exarada em 16/10/2017
"...Pelo exposto, julgo parcialmente procedente a presente ação movida pelo Ministério Público para condenar Sérgio dos Santos e Sérgio Kusakabe pela prática de atos de improbidade administrativa nos termos do art. 11 da Lei 8.429/92 consistente no assédio moral ao servidor Erick Grandchamp Leme.

Em consequência, condeno os réus Sérgio dos Santos e Sérgio Kusakabe a pagar o valor de R$ 10.000,00 com correção monetária pela Tabela Prática do TJSP desde a data do acórdão do TRT- 2ª Região (27/06/2016) e juros de mora de 1% ao mês desde a data da citação.

Decreto a perda do cargo do vereador Sérgio dos Santos e a suspensão dos direitos políticos de Sérgio dos Santos e Sérgio Kukasabe pelo período de 3 anos.

Condeno os réus Sérgio dos Santos e Sérgio Kusakabe ao pagamento de multa civil de que trata o art. 12, inc. III, da Lei 8.429/92 em duas vezes o valor da remuneração percebida pelo agente època dos fatos (junho 2013).

Condeno ainda os réus, solidariamente, ao pagamento das custas e despesas processuais. Indefiro os benefícios da gratuidade da justiça ao réu Sérgio Kusakabe considerando-se que juntou aos autos apenas o extrato de uma conta bancária desacompanhada das declarações de imposto de renda.

Após o transito em julgado comunique-se à Justiça Eleitoral.
P.R.I."
Alexandre Miura Iura - Juiz de Direito

Ídolos...

...
Romarias e peregrinações de nossa senhora disso, nossa senhora daquilo mostram o quanto a desvalia toma conta das pessoas, que andam léguas, enfrentam o frio, a chuva, o cansaço, para verem imagens de barro, às quais “agradecem” ou “pedem” saúde. Passada a euforia da visão do santo, voltam a comer o pão que o diabo amassou.

Um mínimo de certeza assegura que ninguém se cura sem remédio, sem médico, e ninguém tem saúde, se não se previne. Por que se formam imensas filas esperando pelo SUS? Por que faltam leitos nos hospitais? Se santos resolvessem os problemas, nada disso aconteceria. Bastaria rezar ou beijar o santo.

Mas, as loucuras do fanatismo e da superstição não têm limites. A mídia mostrou, no último fim de semana, a cena ridícula de gente se amontoando na frente de um hotel, para ver se enxergava um velhinho que ia cantar músicas de antigamente. Pior ainda: barbados já se postavam em fila ao relento, há dois dias, para assistirem ao "show do Paul". Qualquer macho normal, ao invés de perder tempo esperando um marmanjo velho, iria para um motel com a gata própria ou a gatinha disponível do vizinho.

Esse macaco humano que cultua carne, osso e barro forma a maioria, contra qual é inútil qualquer apelo à razão, à sensatez. Essa maioria não vive sem os bezerros de ouro que as corporações religiosas e a mídia lhe metem goela abaixo. E delas se origina a massa amorfa, servil, chamada povão, que serve, na medida, à ambição dos poderosos.
Excerto de crônica de João Echbaum (joaoeichbaum.blogspot.com.br)

Brincando com os trouxas...

Há alguns dias, a prefeitura encaminhou à câmara o plano plurianual (PPA) para análise. A data para audiência pública será hoje à tarde.

No referido PPA estava faltando o anexo II e os números apresentados estavam inconsistentes, fatos que foram relatados nos pareceres Jurídico/Contábil.  Após os reclamos do presidente Rodolfo, encaminharam ontem um novo PPA, totalmente alterado.

O que dá a entender é que a empresa contratada a peso de ouro entregou o primeiro relatório, simplesmente para não perder o prazo, e agora no último dia, no final do expediente, o prefeito encaminha um novo projeto, sem tempo hábil para análise detalhada das comissões.
Além disso, a nova secretária de Finanças pouco, ou  nada, entende de finanças públicas; a assessoria contratada a peso de ouro não poderá comparecer, pois somente dá as caras esporadicamente.

Então, na audiência pública, quem irá detalhar e explicar os valores apresentados? O Padre? O Pastor? O Arcaide?