segunda-feira, 12 de junho de 2017

O povo quer saber...

Fiquei sabendo que o trator municipal, com funcionários, caminhão e motorista, estão desde cedo trabalhando na propriedade particular pertencente ao casal Águeda e Hélio (presidente da Camat).

Se falta de tudo na prefeitura, tapa-buracos, produtos de escritório e de limpeza, remédios e etc., então onde se justifica esse privilégio?

Será porque o casal foi um dos líderes da campanha do vanderlão?
Quem vai pagar a conta? Ela será justa?
Será que o vereador Nei, meu vizinho desde a infância, viu algo ou não? Será que ele vai abrir o bico na tribuna?
Estarão todos sofrendo da doença "faz de conta que nada vi"?

É notório que falta tudo na prefeitura. Parece que está faltando também vergonha na cara dos governantes... e faz tempo!